logoExpo
logoCNCCR
nucleo_01

NÚCLEO 01

O Corpo Médico

Nos inícios da I República, os médicos tinham uma identidade profissional apurada no decurso da sua formação universitária, das sociabilidades (congressos e sociedades científicas), através da imprensa especializada e das organizações profissionais que os enquadravam e defendiam os seus interesses (Associação dos Médicos Portugueses, Associação Médica Lusitana, Associação dos Médicos de Coimbra). Quer exercendo a clínica privada ou integrados em instituições, públicas ou particulares, os médicos partilhavam a consciência de formarem um corpo social de grande prestígio, tanto mais que se assumiam como voz da ciência, o que os autorizava a diagnosticar as doenças do indivíduo e os males da sociedade.